n w

baner
Você está em:   Home

SEMINÁRIO DE INTEGRAÇÃO DA UPE É REALIZADO NA POLI PDF Imprimir E-mail
QUI, 20 de Abril de 2017 17:19


 

O Reitor da Universidade de Pernambuco, professor Pedro Falcão e na foto seguinte um segmento do auditório

Como ocorre anualmente, a reitoria da Universidade de Pernambuco realiza Seminário de Integração em seus campus para avaliar e atualizar o plano integrado de gestão acadêmica. O encontro tem com o objetivo propiciar melhoria na qualidade dos cursos da UPE e a elaboração de um plano estratégico de ações para os próximos quatro anos. O evento tem duração de um dia e envolve coordenadores setoriais, professores, servidores técnicos/administrativos e representação estudantil.

Após ter sido realizado nos campus de Petrolina, Salgueiro, Serra Talhada, Arcoverde e Santo Amaro, na última terça-feira (18.04) foi à vez do Benfica, que agrega a Escola Politécnica de Pernambuco – POLI/UPE e a Faculdade de Ciências da Administração de Pernambuco – FCAP/UPE, onde o reitor, vice-reitora, pró-reitores acadêmicos e coordenadores setoriais puderam junto à comunidade acadêmica – docentes, discentes e técnicos/administrativos - avaliar, discutir, debater, analisar e obter subsídios para a elaboração do planejamento estratégico que envolve todas as unidades da UPE, e estabelece as responsabilidades de cada uma.

SEMINÁRIO

O reitor professor Pedro Falcão, abriu o Seminário de Integração apresentando as ações realizadas em decorrência das decisões estabelecidas no ano passado, e analisando o quadro atual da Universidade de Pernambuco - PE que apesar do agravamento da crise financeira que atinge todos os Estados, e em particular Pernambuco, não estacionou, a UPE partir para o diálogo coletivo entre todos os membros da comunidade, buscou soluções, concentrando seus esforços para melhorar a avaliação geral de todos os cursos definindo-se 21 ações integradas acadêmicas e de gestão.

Mostrando-se satisfeito com os resultados obtidos nos cursos ofertados na instituição, o reitor da UPE, destacou que os três cursos de medicina da UPE foram os melhores avaliados e o de Direito, de 30 alunos que se submeteram ao exame da OAB, 28 foram aprovados, o que prova que “estamos utilizando projetos pedagógicos eficazes”.

Após o relato da atual situação da UPE, o professor Pedro Falcão, comentou que a Universidade pretende centralizar as bibliotecas por campus, e o Parqtel irá agregar novos laboratórios. Acrescentou ainda que a Universidade terá o primeiro serviço de radioterapia público estadual, e explicou que com a liberação de R$ 2 milhões, recursos da Secretaria de Saúde do Estado, adquiriu uma bomba de cobalto por R$ 1 milhão e com o restante foram feitas aquisição de equipamentos e materiais, além de reformas para instalar no Hospital Osvaldo Cruz o centro de radioterapia. Concluiu falando do projeto Zicaplan (projeto em andamento) e prometendo dentro de 60 dias, será inaugurado o prédio da UPE em Arcoverde, com laboratórios e equipamentos já instalados. A UPE conta atualmente com 58 cursos de graduação.

Depois foram divididos em três equipes: discussão curricular, integralização e extensão e questões administrativas, no final os resultados de cada grupo foram analisado na plenária e farão parte do planejamento estratégico.